Os 4 principais problemas tributários de pequenas e médias empresas

Não é novidade que o sistema tributário brasileiro é bastante complexo, exigindo das empresas contribuintes uma série de obrigações, que, se não cumpridas, podem trazer severos prejuízos.
Neste breve espaço, com o objetivo de alertar os empresários, propõe-se apresentar 4 (quatro) problemas tributários de pequenas e médias empresas, que normalmente acontecem por falta de assessoria adequada.

Escolha do Regime Tributário Equivocado

Em geral, as pequenas e médias empresas podem optar pelo regime tributário ao qual serão submetidas ao longo do exercício fiscal. Assim, devem escolher se estarão incluídas nas regras do “Simples Nacional”, “Lucro Presumido” ou “Lucro Real”.

Para fazer a melhor escolha, é preciso analisar vários fatores do negócio, como lucro, perdas, tipo de atividade, número de empregados, entre outros.

Por poderem se encaixar no “Simples Nacional”, muitas vezes, as pequenas e médias empresas adotam este regime sem maior atenção, apenas pelo fato de tal sistema parecer ser mais simplificado.

Em vários casos, contudo, tal escolha se mostra equivocada, trazendo prejuízo financeiro à empresa. Aqui, não há espaço para “achismos”, é necessário “sentar” com um profissional habilitado e ir à “ponta do lápis” para ver qual efetivamente é o melhor regime para o negócio.

Erro no Cadastramento de Produtos

Cada produto vendido, no estabelecimento, em regra, está submetido a uma classificação fiscal, que permite ao sistema ou software utilizado a aplicação automática dos tributos incidentes na venda de cada produto.

Não é incomum que a desatenção no cadastramento ou a utilização de um sistema ruim termine por afetar o montante de tributos a recolher, o que pode fazer com que o empresário pague impostos a maior ou seja autuado e punido pelos órgãos de fiscalização.

Documentos fiscais/contábeis desorganizados

Além de pagar tributos, as empresas estão submetidas a outras obrigações, conhecidas como “obrigações acessórias”, por exemplo, emissão de notas fiscais de saída, entrega de livros fiscais, entre outras.

O erro ou atraso no cumprimento destas obrigações acarretam em multas aplicadas pelo Estado, onerando a operação empresarial.

Falta de Informação

A carência de informação na área tributária é uma grande vilã para o empresário, que, não raro, se vê sobrecarregado com inúmeras funções dentro da organização, negligenciando este aspecto vital do negócio. Por isso, é fundamental ter assessoria de qualidade para orientar, administrar os riscos, e, principalmente, diminuir os custos da empresa.

Ficou com dúvidas? Nossos especialistas no assunto podem te ajudar.

Deixe seu comentário ou entre em contato pelo WhatsApp: (81) 99173-9045, ou clicando aqui: https://api.whatsapp.com/send?phone=5581991739045.

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp